SÉRIE FÓRMULAS FINANCEIRAS NO EXCEL – FÓRMULA TAXA

Se você caiu aqui de paraquedas, saiba que esse é o segundo post de uma série sobre as Fórmulas Financeiras no Excel. No primeiro, falamos da fórmula VF, e hoje falaremos da fórmula TAXA, a qual utilizamos para saber qual a taxa de juros cobrada em um financiamento ou empréstimo por exemplo. Vamos direto a situação problema para vermos essa fórmula em ação.

Observe a tabela abaixo:

Veja que nessa situação temos a compra de uma geladeira no valor de R$3.000,00 que será paga em 24 parcelas de R$290,00. Vamos descobrir qual foi a taxa de juros cobrada aqui.

Primeiro colocamos o número de parcelas, depois o valor das parcelas, sempre no negativo por se tratar de um valor que está saindo do bolso do comprador. Depois definimos o valor presente como sendo o valor do produto, pois no momento da compra ele recebe a geladeira nesse valor, então é como se ele estivesse recebendo esse valor. Depois definimos o valor futuro como sendo R$0,00, pois a ideia é que após as 24 parcelas pagas, o comprador não deverá mais nada.

Agora com a fórmula TAXA vamos descobrir quanto de juros o comprador pagou:

Lembrando que os valores também poderiam ser digitados dentro da fórmula, mas dessa forma é mais didático e simples para quem está aprendendo. Vamos agora ver o resultado:

Veja que nessas condições a taxa de juros fica sendo de 8%. E o legal de fazer dessa forma é que podemos testar outras possibilidades. Vamos supor que vendo essa taxa de juros, ele decida pagar em 12 vezes de R$320,00. Vamos ver qual seria a taxa nessas condições:

Aqui a taxa cairia pela metade, saindo assim mais barato para o comprador.

Vamos praticar com mais um exemplo em um contexto diferente para você tirar o máximo dessa fórmula. Observe a situação abaixo:

Nessa situação temos um investidor que aplicou R$20.000,00 e depois fez aportes de R$1.000,00 anualmente durante 15 anos. Após esse período, ele retirou R$100.000,00. Vamos descobrir qual foi a taxa de rendimento dele:

Definimos o período de 15 anos; Os aportes anuais de R$1.000,00 como sendo o pgto; O primeiro investimento de 20.000,00 ficou sendo o valor presente e o valor futuro foi o valor retirado após o período investido. Vamos agora descobrir qual foi a taxa de rendimento:

Veja que nessas condições, seu rendimento foi de 8,82%. E seguindo esse mesmo modelo, você pode descobrir qual a taxa do seu financiamento ou até mesmo quanto seu dinheiro renderá na poupança ou algo do tipo.

Bom, esse foi o post de hoje. Não esqueça de colocar em prática tudo que foi ensinado. E fica ligado que no próximo post falaremos da fórmula  NPER.

Até a próxima!

Curtiu o conteúdo? Compartilhe!

Posts Recentes:

TETRA EDUCAÇÃO 2022 ©
TODOS OS DIREITOS RESERVADOS